quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Relacionamento entre: Pastores, líderes e Igreja!

É PARA AJUDAR..... JESUS NOS CONHECE

Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros (Hebreus 13:17 ).


NÓS PARTICIPAMOS DE UMA IGREJA. SOMOS MEMBROS, OU FAZEMOS
PARTE DAQUELE GRUPO DE PESSOAS QUE FREQUENTAM AQUELA IGREJA.
TODA A IGREJA TEM UM LÍDER, SEJA O NOME DELE; PASTOR, ANCIÃO,
APÓSTOLO, OU OUTRO NOME QUE DÊ, ELE É O LÍDER DA IGREJA, COM OS DEMAIS
RESPONSÁVEIS, OU SEJA, PRESBÍTEROS, DIÁCONOS, MEMBROS ETC.
ESTAMOS NUMA IGREJA ONDE SE PREGA O AMOR DE DEUS, ONDE SE ANUNCIA
JESUS COMO SALVADOR, ONDE JESUS DEU SUA VIDA POR NÓS, ELE É O NOSSO SALVADOR,
DEVEMOS AMAR UNS AOS OUTROS, MAS NA REALIDADE, É TUDO
DA BOCA PRA FORA. FALAMOS POR FALAR, MAS NÃO DEMONSTRAMOS AMOR NENHUM.
SÃO IRMÃOS PERSEGUINDO IRMÃOS. FALANDO MAL UNS DOS OUTROS. NÃO HÁ
CONSIDERAÇÃO MÚTUA, SEMPRE SE DESENTENDEM, POR POUCA COISA. SÃO CIUMENTOS
NÃO QUEREM VER O DESENVOLVIMENTO, NEM O CRESCIMENTO UNS DOS OUTROS.
E O PIOR DE TUDO ISTO É QUE QUANDO REVOLTAM CONTRA O PASTOR OU QUEM ESTÁ
EM LUGAR DE LIDERANÇA DA IGREJA, ELES PERSENGUEM MESMO, SEM DÓ NEM PIEDADE. FALAM MAL,
INVENTAM COISAS PARA ACUSÁ-LOS, DESFAZEM DE SEUS PROJETOS, NÃO CONCORDAM COM NADA.
FAZEM CAMPANHA PARA TIRÁ-LO DA IGREJA, FAZEM O QUE PODEM PARA DIMINUI-LO, DESAPROVÁ-LO,
CHEGAM ATÉ A VIGIAR SEUS PASSOS. QUEREM SABER O QUE ELES CONVERSAM, O QUE ELES FALAM,
E COM QUEM ELEM FALAM. REPROVAM TODAS AS SUAS ATITUDES, POR MAIS QUE ELES QUEIRAM AGRADAR,
SER AMÁVEL, SER CORDIAL, E QUEIRAM DEMONSTRAR CARINHO PELAS OVELHAS, AMOR, E ATENÇÃO.
OS MEMBROS QUEREM VÊ-LO DISTANTE DA IGREJA, E DESPREZA-O .
IRMÃOS E IRMÃS DE QUALQUER IGREJA EVANGÉLICA, VCS ACHAM QUE ISTO É CORRETO?
É MUITO DESAGRADÁVEL ISTO ACONTECER DENTRO DAS IGREJAS.
NÓS SOMOS IRMÃOS EM CRISTO JESUS, TEMOS QUE TER O AMOR DE CRISTO EM NOSSOS
CORAÇÕES. AMAR COMO JESUS AMA. JESUS ENSINOU AMAR UNS AOS OUTROS, ISTO INCLUI OS LÍDERES.
JESUS VÊ COMO VOCE TRATA O LÍDER DA SUA IGREJA, O QUE VOCE PENSA DELE, O QUE VOCE
JÁ FEZ CONTRA ELE E A SEU FAVOR .
NOSSO DEUS É DEUS DE JUSTIÇA, E DARÁ A CADA UM SEGUNDO SUAS ATITUDES, SUAS
AÇÕES. ELE NÃO DORME, MAS NO TEMPO CERTO DO SENHOR ELE AGE SEGUNDO A SUA INFINITA VONTADE.
NUNCA É TARDE PARA MUDAR DE ATITUDE PARA O BEM, PARA SER BÊNÇÃO, PARA PERDOAR E SER PERDOADO.
PARA AGIR SABENDO QUE ESTÁ ALEGRANDO A DEUS, E A SEUS IRMÃOS .
NÃO SEJA INVEJOSO, CRÍTICO, MALEDICENTE, NÃO TENHA PENSAMENTOS PERVERSOS,
MALIGNOS, QUE SÓ RESULTAM EM COISAS RUINS, DE MAU GOSTO, QUE PREJUDICAM, VOCÊ SERÁ SEMPRE MAU
VISTO, E TIDO COMO O RUIM, O IMPLICANTE E PERSONA NON GRATA.
MEU IRMÃO E MINHA IRMÃ, SOMOS DE JESUS, VAMOS AGIR COMO JESUS AGIU. ANDAR EM SEUS PASSOS, SEGUIR SEUS CAMINHOS. ELE É O NOSSO EXEMPLO DE AMOR, COMPREENSÃO, JUSTIÇA, FIDELIDADE,
VERDADE E BOM RELACIONAMENTO COM TODOS.

VAMOS NOS RELACIONAR EM QUALQUER LUGAR QUE ESTIVERMOS COM A PRESENÇA DO PAI, DO FILHO, JESUS, E DO ESPÍRITO SANTO.
E SEREMOS ABENÇOADOS E MAIS QUE VENCEDORES.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A PISCINA E A CRUZ



Um de meus amigos ia toda quinta-feira à noite a uma piscina coberta.
Ele sempre via ali um homem que lhe chamava a atenção: ele tinha o
costume de correr até a água e molhar só o dedão do pé. Depois subia no
trampolim mais alto e com um esplêndido salto mergulhava na água.
Era um excelente nadador.
Não era de estranhar, pois, que meu amigo ficasse intrigado com esse
costume de molhar o dedão antes de saltar na água.
Um dia tomou coragem e perguntou-lhe a razão daquele hábito.
O homem sorriu e respondeu: “Sim, eu tenho um motivo para fazer
isso. Há alguns anos, eu era professor de natação de um grupo de homens.
Meu trabalho era ensiná-los a nadar e a saltar de trampolim. Certa
noite, não conseguia dormir e fui à piscina para nadar um pouco; sendo o
professor de natação, eu tinha uma chave para entrar no clube.
Não acendi a luz porque conhecia bem o lugar. A luz da lua brilhava
através do teto de vidro.
Quando estava sobre o trampolim, vi minha sombra na parede em
frente. Com os braços abertos, minha silhueta formava uma magnifica cruz.
Em vez de saltar, fiquei ali parado, contemplando aquela imagem.
O professor de natação continuou: Nesse momento, pensei na cruz de Jesus
Cristo e em seu significado. Eu não era um cristão, mas quando criança
aprendi um cântico cujas palavras me vieram à mente e me fizeram recordar
de Jesus.
“Não sei quanto tempo fiquei parado sobre o trampolim com os braços
estendidos e nem compreendo por que não pulei na água. Finalmente voltei,
desci do trampolim e fui até a escada para mergulhar na água. Desci a
escada e meus pés tocaram o piso duro e liso... na noite anterior haviam
esvaziado a piscina e eu não tinha percebido”!
“Tremi todo e senti um calafrio na espinha. Se eu tivesse saltado,
seria meu último salto. Naquela noite, a imagem da cruz na parede salvou
a minha vida. Fiquei tão agradecido a Deus - que por me amar permitiu que
eu continuasse vivo – que me ajoelhei na beira da piscina. Tomei consciência
de que não somente a minha vida física, mas minha alma também precisava
ser salva. Para que isso acontecesse, foi necessária outra cruz, aquela na
qual Jesus morreu para nos salvar. Ele me salvou quando confessei os meus
pecados e me entreguei a Ele”.
“Naquela noite fui salvo duas vezes, física e espiritualmente. Agora
tenho um corpo sadio, porém o mais importante é que sou eternamente
salvo. Talvez agora você compreenda porque eu molho o dedão antes de
saltar na água”.

A HISTÓRIA DA CAMISA



Um homem vivia angustiado, triste, não sentia alegria em nada e muito
infeliz resolveu procurar um psiquiatra, médico da moda, para resolver o seu
problema. Depois de muitas sessões sem resultado o médico lhe recomendou uma
viajem de turismo, onde ele teria oportunidade de conhecer outras pessoas, outros
lugares, no ambiente descontraído e pudesse então se sentir melhor. O cliente
desanimado lhe disse:
— Doutor, eu acabo de chegar de uma viagem ao redor do mundo. Conheço
todos os países e continuo na mesma, não acho graça em nada!
Pensando um pouco, o médico lhe disse: - Tem um circo na cidade, onde o
palhaço é ótimo, arranca gargalhadas da platéia. Vá ao circo e você passará algumas
horas felizes.
O homem respondeu calmamente:
— Doutor, o palhaço do circo sou eu!
O psiquiatra tirou da gaveta um bloco de receitas e escreveu: “Procure e
traga-me a camisa de um homem feliz”.
O homem saiu pela cidade à procura da camisa. Primeiramente procurou no
melhor bairro da cidade, nas casas mais bonitas. Bateu na primeira casa. Foi atendido
pelo mordomo que lhe mandou entrar. Num momento vem descendo as escadas
um senhor de terno preto, cabisbaixo e ele foi logo perguntando:
— O senhor é feliz?
— Como, meu bom homem? Acabo de perder minha esposa, companheira
fiel de quase 40 anos!
O homem pediu licença e saiu. Bateu em outra casa, da mesma maneira foi
recebido e foi logo perguntando ao dono:
— O senhor é feliz?
— Feliz? Qual nada! Minha esposa e eu somos casados há vinte anos e não
temos filhos. Nossa vida caiu numa rotina sem objetivo e sem ideal.
— Chegou em outra casa onde tinha um belo jardim com crianças brincando,
com o pai saindo apressado com uma pasta na mão. Foi logo perguntando:
— O senhor é feliz?
— Como feliz, com tantos filhos com colégios caríssimos, nossa casa esta
hipotecada, não podemos nem mais pagar uma empregada. Estamos desesperados!
Andando pela rua, já quase desanimado, viu um casal se dirigindo a um
carro, com o motorista a espera. Gentilmente o marido beijou a esposa, abriu-lhe a
porta do carro e ficou acenando, vendo-a sair para as compras.
— O moço é muito feliz, não? perguntou-lhe o homem.
— Feliz? Eu? Qual nada! Entre minha esposa e eu, existe um abismo enorme!
Não nos entendemos mais. Acabou o amor, acabou tudo!
— Mas como? O senhor me pareceu tão carinhoso!
— Eu sou político... tenho que manter as aparências. O senhor entende “né”?
Já cansado de andar, o homem foi para o campo. Não demorou em encontrar
uma casinha de sapé, junto de uma pequena roça, algumas galinhas, cachorro...e
umas crianças brincando. Foi chegando. O dono da casa, sentado num “toco” de
árvore, fazia um cigarro de palha, olhando as crianças, a natureza...
— Vá chegando, patrão!
O homem da cidade foi logo perguntando: - O senhor é feliz?
O caboclo, calmamente, tirou o chapéu e olhando para o alto, respondeu:
— Muito feliz, graças a Deus!
— Mas como? Por quê?
— Este rancho é meu! Esta roça, eu quem fiz, com a graça de Deus e o meu
trabalho, ela alimenta a minha família o ano todo. Minhas crianças têm saúde, são
como raios de sol na nossa vida! Sinta o cheirinho do feijão que minha patroa tá
fazendo prá nóis. Que mais eu poderia querer? Sou muito feliz, sim senhor!
— Por favor, meu bom homem, empresta-me sua camisa; é receita médica!
— Gostaria muito de poder ajudá-lo, mas não posso. Eu não tenho camisa.
Ser feliz, é aceitar a própria vida.

MEU NOME É JOÃO



Numa pequena aldeia, havia uma capela rodeada de casas simples e
moradores piedosos.
Toda manhã, logo cedinho, o sacristão abria a Capela para limpeza e
sempre, ao lado de fora, um morador aguardava a porta ser aberta para
entrar, ia direto ao sacrário e, na sua simplicidade, dizia somente:
__ Senhor, meu nome é João.
Todo o dia a mesma cena se repetia.
Passados meses e anos, eis que corre a notícia que o João estava
passando muito mal, acometido de grave doença. O Pároco se apressou em
pegar os Santos Óleos para levar a Unção ao moribundo. Qual não foi a sua
surpresa ao encontrar o João com boa aparência, comendo e feliz. Ao indagar
de João o que lhe havia acontecido, este lhe explicou:
__ Não entendi bem! Eu não podia me mexer mais; de repente, entrou
no meu quarto um homem barbudo e disse: “João, meu nome é Jesus!”
A originalidade da oração de João dá-nos a certeza de que somos o que somos e
divinamente importantes e amados por Deus. Por isso devemos nos apresentar a Jesus,
que nos apresenta ao Pai, pedindo força e coragem para sermos diferentes e não nos
conformarmos com as regras e padrões do mundo. Jesus é o caminho, a verdade e a
vida. Vamos pensar sempre assim: Sou especial porque sou um filho de Deus.

A CADEIRA VAZIA



Padre Hildebrando saiu para visitar seus doentes, como de costume.
Naquele dia, um detalhe especial chamou sua atenção. Junto à cama de um
dos doentes, deparou com uma cadeira vazia. Intrigado, perguntou:
__ Meu filho, o que faz aí esta cadeira?
Na maior simplicidade, o enfermo falou :
__ Eu coloquei Jesus nessa cadeira e fiquei conversando com ele, antes
de o senhor chegar. Por anos e anos, eu achava extremamente difícil orar,
até que um amigo explicou-me que orar era simplesmente falar com Jesus.
Ele me disse que colocasse uma cadeira vazia, por perto, imaginando Jesus
sentado na cadeira. Que eu falasse com ele, escutando o que ele tinha a me
dizer. Desde então, padre, nunca mais tive dificuldades para rezar.
Alguns dias mais tarde, sua filha foi à casa paroquial para avisar:
__ Reverendo, eu deixei papai sozinho, por umas duas horas. Ele
parecia estar em paz. Quando voltei ao quarto, encontrei-o morto. Notei,
porém, algo estranho. A cabeça de papai descansava não sobre a cama, mas
sobre a cadeira que fica ao lado do seu leito...
O padre entendeu tudo, naquele momento. Emocionado, enxugando
duas lágrimas furtivas, ele disse à garota:
__ Meus sentimentos... e parabéns, minha filha! Seu pai era um santo,
um verdadeiro homem de Deus. Jesus o levou para a felicidade eterna.
Quantos de nós também têm dificuldade para orar. Limitamo-nos a algumas orações
decoradas e vazias. Vamos seguir o exemplo da parábola. Vamos imaginar Jesus sempre
ao nosso lado, ele será o nosso companheiro de vida com o qual partilhamos tudo:
alegrias, tristezas, provações, saudade, dores, vida...
Deus se preocupa com todos e só
Jesus é Salvação.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

A HISTÓRIA DE ZAQUEU



Inserido em sab, 31/01/2009 - 19:44 — Jean Zaqueu é apresentado na Bíblia como o símbolo do homem pecador. A história diz que Zaqueu era muito rico e era o chefe dos publicanos. Os publicanos eram aqueles que cobravam os impostos naquela época e eram considerados pela sociedade como ladrões. Sendo assim, Zaqueu era considerado por eles como o chefe dos ladrões.

Um certo dia, Zaqueu soube que Jesus iria passar pela cidade e então resolveu ter um encontro com Ele. Mas a multidão era grande e, se tentasse se aproximar de Jesus, no mínimo seria impedido pela multidão que conhecia a sua fama. Como ele era de baixa estatura e não poderia ver Jesus de longe, resolveu subir em uma árvore.

"E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um varão chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a uma figueira brava para o ver; porque havia de passar por ali. E, quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convêm pousar em tua casa" (Lucas 19:1-5).

Imagine... haviam alí centenas de homens e mulheres que lutavam um contra o outro por um lugar especial perto de Jesus. Cada um sentindo-se com mais direito do que o outro, e de repente o Mestre olha para quem não esperava nada, para quem se sentia indigno, insignificante, perdido entre os galhos de um sicômoro, e o chama pelo nome: "Zaqueu"?

Assim são as coisas com Jesus. Para Ele não existem multidões, existem pessoas, independente de cor, classe social, tamanho ou peso.

Ele chora com sua dor e se alegra com seus sorrisos. Você é tão importante para Ele que um dia Ele deixou tudo e veio a este mundo para buscá-lo. Ele sabe seu nome, onde você mora, conhece suas ansiedades, sabe que você pode estar tentando ser um homem resistente ao apelo divino, dizendo para si: "Eu só quero vê-lo de longe." Mas na realidade você é um homem solitário e sincero que precisa dele como todo ser humano.

Veja algumas lições que Zaqueu nos transmite:

1 - Ele era um homem decidido, mesmo tendo a multidão e a sua estatura, como um grande impedimento ele não desistiu de buscar a Cristo. Os obstáculos não serviram para ele como motivo de desistir, e é isso que Deus quer ver em nós. Muitos de nós têm desistido de seus objetivos muito facilmente. O Zaqueu não, e Deus observou isso, dando-lhe a direção para que subisse na árvore e o visse. Saiba que o Senhor Deus dá a direção para todo aquele que não desiste dos seus objetivos.

2 - No versículo (4) diz que ele correndo adiante, subiu na figueira brava. Veja, ele seguiu adiante, esse é um dos segredos de um vencedor, seguir adiante, não pare meu amigo, não desista de seus Objetivos.

3 - Ele viu a fé no coração de zaquel. Muitos não gostaram do que viram, porquê para eles Zaqueu era um ladrão. Mas, para o Senhor Jesus que conhece o homem por dentro ele era um homem arrependido, decidido a mudar. E ele conseguiu o que queria que era ter um encontro com o Senhor Jesus.

Você também pode conseguir. Veja, no início do versículo (1), diz que Jesus ia passando. Não estava escrito que ele ia ter um encontro com Zaqueu, Ele ia passar direto, mas, o Zaqueu fez com que o milagre acontecesse em sua vida, através de sua fé. Lembre-se, a palavra de Deus diz que tudo é possível ao que crer. Use essa fé poderosa que Deus te deu, chame a atenção de Jesus como fez Zaqueu e conquiste bençãos e vitórias em tua vida.

Comentários e testemunhos:

Essa historia é uma liçao de vida,,,,i atravez dessa passagem biblica ,foi possivel criar uma musica linda ,,regis denise,,,,essa musica rompeu barreiras pois todos que acreditan em jesus ,independenti de religiao ,,em todas as igreja si ouve ,,a melodia entra em minha casa,,pois si conpriu uma professia ,,va pelo mundo e prega as boas novas ,,i essa musica esta si tocando pelo mundo ,,i nao atravez so di uma religiao,,vida longa aos manço de coraçao ,,AMEM,,,,


...

Estava eu ouvindo a musica "Faz um milagre em mim" que conta a história de Zaqueu , da sua preseverança , efim o resultado dessa leitura foram muitas lágrimas e de emoção !
Li e aprendi muito , esse texto é excelente , cheio de lições de vida , perceverança, a fé de Zaqueu que mesmo sem muitas chances acreditou , e tambem Jesus , que tem me dado muitas lições sem que o próprio Zaqueu esperasse o chamou e pelo nome nossaaa muito linda esse história ,
De fato tem alguns momentos em nossa vida que nos é colocada a oportunidade de aprender e com certeza esse foi um momento ímpar para mim !
Me emocionei como nunca havia acontecido !
Agradeço primeiro a Deus por essa oportunidade !
E a voces idealizadores deste espaço maravilhoso voces estão de parabens !

A historia de zaqueu mostra que quando um pessoa quer ela consegui, pricipalmente si arrependida

nossso mundo seria melhor si todos fossem como ele ...

uma coisa eu tenho em mente, uma pessoa nao precisa esta viva pra si arrepender de seus pecados,basta ela si arrepender mas tem que ser bem no fundo da sua alma... acredito eu que ate de muito leigo que sou em assuntos da biblia judas escariotis tem possibilidades de ter sido salvo, pq ow nosso Senho CRISTO JESUS nos livrou dos nosso pecados e muito mais indignos que somos recebemos ow perdao por nos ter-mos o crusificado, dotado de toda bondade e misericordia JESUS e o nosso salvador e PAI e devemos a ele muito respeito...


...
eu Fabricio,
Cai de gaiato aqui, estava pesquisando a história de Zaqueu e me deparei com tantos testemunhos que me emocionou muito.
Quando era mais novo, participava de um grupo de oração que posteriormente fui coordenador, mas até então frequentava e fazia as coisas mecanicamente, ficava feliz e realizado pelas obras que Deus fazia na vida das pessoas que participavam, mas a minha presença era simplesmente, a presença.
Depois mudei da cidade onde participava para poder trabalhar, fui lecionar biologia em uma escola no interior, e afastei completamente da igreja, da minha vida religiosa, muitas vezes duvidando até mesmo da existência de Deus.
De uns tempos para cá tenho visto que minha vida está meio sem sentido, estou bem financeiramente, tenho um bom emprego, tenho uma excelente esposa, mas não estou completamente feliz. Acho que está faltando algo, mas até então não sabia o que.
Semana passada do nada comecei a cantar a música "faz um milagre em mim", mas nem lembro aonde eu escutei, e como eu aprendi a letra, me emocionei muito.
Acho que encontrei o que estava faltando em minha vida ... Deus!!! Não sei se estou preparado para poder aceitar a promessa que Ele tem para mim, tenho medo, sei que estou sendo covarde, não sei se chegou a minha hora ... Mas estou feliz por reconhecer isso.


...

Ola Fabricio, cai aqui tambem
Ola Fabricio, cai aqui tambem de gaiata, como voce. Ha umas semanas atraz quand recebi esta musica por email, sabe como e, nunca da tempo para abrir todas as piadinhas que chegam, mas quando eu li o titulo"Zaqueu" nao sei porque me interessei. Vejam o milagre deste hino, nao paro de abrir e ouvir, e pensar e repensar nesta letra. Voltei para Deus depois de 25 anos. Estou fazendo um trabalho de evangelizacao aqui em Frankfurt, estou a mil.Eu digo: Este compositor, seja la quem for.E uma pesoa ungida por Deus, e com certeza ele nao escreveu esse hino sem uncao e direcao de Deus, e nem mesmo para comerciar, ele esta alcancando o que Deus quer!!! Salvacao de almas e faz com que as pessoas param para pensar. Tem me dado forca aqui na Alemanha, comecei agora ha umas semanas com um missionario alugar um espaco e ministrar cultos em adoracao a Deus, Deus esta me presenteando com dons, estou maravilhada, mas paro sempre e gosto muito de ouvir essa musica antes de entrar na sua presenca. Assim como alguem vai praticar um esporte, ele se aquece antes.Eu estou com um costume, antes de fazer a minha oracao e leitura da biblia, ouco ste hino, fico tao tomada do poderde Deus, choro muito, me alegro e faco a minha adoracao a ele. Amanha sera o nosso sexto culto, orem por mim e pelo Missionario Antonio Marcos, um grande abraco em Cristo a todos os leitores.


...
Hoje conheci a história de Zaquel e me emocionei muito. Alguma coisa mexeu com a minha estrutura e está sarando todas as minhas "feridas".

(música)-Entra na minha casa

"Como Zaquel eu quero subir.
O mais alto que eu puder.
Só pra te ver, olhar para ti.
E chamar sua atenção para mim.
Eu preciso de ti, Senhor.
Eu preciso de ti ó Pai.
Sou pequeno demais, me dá a tua paz.
Largo tudo pra te seguir.

Entra na minha casa.
Entra na minha vida.
Mexe com minha estrutúra.
Sara todas as feridas.
Me ensina a ter santidade.
Quero amar somente a ti.
Porque o Senhor é o meu bem maior.
Faz um milagre em mim."

Amém!

sábado, 24 de outubro de 2009

A REFORMA NÃO É UMA OPÇÃO, MAS UMA NECESSIDADE




A Reforma não é uma caiação da velha estrutura religiosa, nem uma pele bronzeada para cobrir o esqueleto doente de uma teologia herege. A Reforma não é uma mudança epidérmica motivada apenas pela busca do novo. A Reforma é uma volta às Escrituras, um retorno à doutrina dos apóstolos, um compromisso inalienável com a verdade divina. Vamos, aqui abordar três áreas na vida da igreja contemporânea que precisam de Reforma profunda, urgente e bíblica:

1. Precisamos de Reforma na Teologia - A teologia é a base, o alicerce e o fundamento da vida. A ética decorre da teologia e não esta daquela. A teologia determina o comportamento; a doutrina rege a vida. Se a teologia estiver errada, a vida não pode estar certa. A igreja cristã havia se desviado da doutrina dos apóstolos e acrescentado muitos dogmas estranhos e heréticos ao seu arcabouço doutrinário. A Reforma denunciou esses erros, eliminou-os e colocou a igreja de volta nos trilhos da verdade. Hoje, precisamos de uma nova Reforma. Há muitos desvios e muitos acréscimos absolutamente estranhos ao ensino bíblico presentes em algumas igrejas chamadas evangélicas. O liberalismo com sua falsa sapiência duvida da integridade da Escritura e tira dela as porções que lhe incomodam ou interpreta à revelia as partes que lhe convém. Se o liberalismo tira da Escritura o que nela está, o misticismo acrescenta à ela o que nela não está. As igrejas cristãs estão eivadas de práticas que beiram ao paganismo. Estamos vivendo uma geração que está sacrificando a razão, que está promovendo o antiintelectualismo. Precisamos de uma Reforma não só para nos colocar de volta na vereda da verdade, mas também para mostrar-nos que o conhecimento das Escrituras não é contrário à piedade, mas a sua própria base e essência.

2. Precisamos de Reforma na Liturgia - Se a teologia é a base da vida, a liturgia é a manifestação da teologia. Aquilo que cremos, professamos no culto. O culto é a manifestação pública da nossa fé. Uma das razões mais gritantes que evidenciam a necessidade urgente de uma nova Reforma é o esvaziamento da pregação nas igrejas evangélicas. Perdemos a centralidade de Cristo no culto e a primazia da pregação das Escrituras. Estamos nos capitulando à proposta do culto show. Em muitas igrejas o púlpito foi substituído pelo palco, a Bíblia pelo entretenimento e o choro pelo pecado pela encenação glamourosa. As músicas estão se tornando produto de consumo. As letras dessas músicas, com raras exceções, estão cada vez mais vazias de conteúdo bíblico e os cantores gospel cada vez mais populares. Precisamos de liturgia pura, de liturgia que coloque Cristo no centro do culto em lugar do homem no centro. Precisamos de liturgia onde o púlpito não seja governado pelos bancos. Onde a mensagem não seja mercadejada, onde o evangelho não seja diluído para agradar a preferência dos ímpios. Precisamos de uma liturgia que glorifica a Deus, exalte a Cristo, honre ao Espírito Santo, promova o evangelho, edifique os santos e traga quebrantamento aos incoversos.

3. Precisamos de Reforma na Vida - A ortodoxia é boa. Ela é a melhor. A ortodoxia é insubstituível, porém, apenas doutrina certa não é suficiente se nós não a colocamos em prática. A ortodoxia morta mata tanto quanto o liberalismo e é tão nociva quanto o misticismo. Precisamos nos acautelar para não cairmos no laço de um intelectualismo vazio e de uma ortodoxia morta. Precisamos de luz na mente e fogo no coração. Precisamos ter cuidado da doutrina e também da vida. Precisamos crer na verdade e viver na verdade. Precisamos de ortodoxia e de piedade. Há muitas igrejas que não pregam heresia, mas também não vivem a verdade que pregam. Há crentes secos como um poste e áridos como um deserto. Precisamos de uma Reforma que nos ponha de volta no caminho de uma vida cheia do Espírito Santo. Que Deus nos ajude a buscarmos essa Reforma da teologia, da liturgia e da vida!


Rev. Hernandes Dias Lopes

sábado, 17 de outubro de 2009

Acidente Vascular Cerebral Fato real


Isto é muito importante e pode salvar a vida de uma pessoa !

Durante um churrasco uma amiga tropeçou e caiu no chão suavemente.

Ela garantiu aos presentes que estava bem (aos que se ofereceram para chamar por socorro) e que havia tropeçado no ladrilho por causa dos seus sapatos novos.

Os seus amigos ajudaram-na a levantar-se e trouxeram-lhe um novo prato de comida, enquanto ela parecia um pouco aturdida, tentando desfrutar da festa durante o resto da tarde.

Mais tarde o marido ligou para os seus amigos informando-os que a sua mulher havia sido levada ao hospital onde veio a falecer. Havia sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) durante o churrasco.

Se o seu esposo e amigos soubessem como reconhecer um AVC, talvez hoje ela estivesse viva.




Reconhecer um AVC

Um neurologista afirma que se o chamarem dentro das primeiras 3 horas, os efeitos de um AVC podem ser revertidos totalmente. Afirma que é crucial diagnosticá-lo e prestar assistência ao paciente nas três horas subsequentes.



Lembre-se dos "3" Passos. Leia e aprenda!

Atualmente os médicos estabeleceram uma regra para reconhecê-lo mediante três simples perguntas:

1. Peça que a pessoa SORRIA.

2. Peça que a pessoa LEVANTE AMBOS OS BRAÇOS.

3. Peça que a pessoa PRONUNCIE UMA FRASE SIMPLES (Coerente)

por exemplo: Hoje está um dia ensolarado / O céu é azul, etc...
Se ele ou ela apresentar dificuldades numa destas três questões, chame imediatamente o SOCORRO e descreva os sintomas.

Depois de descobrir que um grupo de voluntários que não são médicos podem identificar a debilidade facial, a debilidade motora dos braços e a debilidade na fala, os investigadores apelam ao público em geral para que aprenda estas três perguntas. Uma maior divulgação deste teste pode facilitar um rápido diagnóstico e tratamento do AVC e evitar danos cerebrais.

Um neurologista disse que se cada um de nós reenviar este e-mail para sua lista de contatos, pelo menos uma vida poderá ser salva.





SEJA AMIGO

E COMPARTILHE ESTE ARTIGO

COM O MÁXIMO DE AMIGOS POSSÍVEL,

poderá salvar vidas.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Ajuda




Um garoto brincava no quintal de sua casa, inventou de empurrar uma enorme pedra, claramente superior às suas próprias forças. Empurrou-a com as mãos, com os pés, com as mãos e uns dos pés, com o corpo, de costas, e a pedra não se movia. Aí, seu pai que observava disse: “Você ainda não usou todos os recursos, filho”. “Usei, sim, papai”, respondeu o pequeno já quase chorando. “Não”, replicou o pai, “você ainda não pediu a minha ajuda”. Não é o que fazemos muitas vezes tentando resolver ou remover sozinhos certos problemas, esquecidos dAquele que é o nosso Ajudador?


Um homem dirigindo seu automóvel atropelou um cachorro. Desceu do carro e procurou socorrer o animal, que estava levemente ferido. Num movimento rápido, o cãozinho mordeu o braço do motorista. O homem, entretanto, não se zangou. Sabia que o cão o havia atacado porque estava ferido. Continuou, mais tarde, em seus trabalhos e lembrou-se do ocorrido, extraindo a seguinte lição: Há muitas pessoas que também atacam as outras com palavras duras, porque foram feridas antes. Não sendo crentes ou sendo crentes imaturos, não sabem reagir de outra maneira, por isso, agridem até mesmo quando são ajudadas.


Há aqueles que, eternamente, vivem pedindo e dependendo da igreja. Neste caso, a igreja não estará mais ajudando, mas viciando aquela vida. Vale a filosofia do ditado: “Se dermos peixe a um pobre, ele tem comida para um dia; mas se o ensinarmos a pescar, ele terá comida para toda a vida”.


Sadur Sundar Sing, o famoso cristão indiano, precisava fazer uma viagem a pé em demanda das altas e geladas montanhas da cordilheira do Himalaia. Ofereceu-se para acompanhá-lo um homem que não era cristão nem tinha sentimentos cristãos: queria somente a companhia de alguém que conhecia a região. Caminharam até os limites do cansaço e já quase entorpecidos pelo frio. Foi quando viram um homem caído na estrada. Iria morrer se não fosse socorrido. Sadu propôs ao companheiro que carregassem o homem caído até que pudessem encontrar lugar próprio para repouso. O companheiro de viagem se recusou: já não podia consigo mesmo e como iria carregar outro? Deixou Sadu e continuou pela estrada até desaparecer. Mas Sadu conseguiu levantar o homem desfalecido e pô-lo nos ombros. Horas depois viu o ex-companheiro de viagem caído à beira do caminho e já morto de frio. Mas Sadu aquecido pelo esforço que vinha fazendo, ao carregar o desfalecido, estava aquecido, fora de perigo e já a pouca distância do abrigo desejado.


Um pai estava construindo uma casa e pediu a seu filho que lhe ajudasse. - "Filho, traga-me aquelas pedras grandes para que eu possa seguir edificando" - lhe disse. O filho saiu para cumprir a ordem do seu pai, mas suas forças eram poucas para levantar as pedras. Voltou e disse ao seu pai que não podia, que eram muito pesadas. O pai insistiu, dizendo: - "Filho, prova com todas as tuas forças e verás que vais conseguir." - "Pai, já tentei com todas minhas forças e não consegui! - Tenta outra vez, insistiu o pai, mas agora com todas as tuas forças". O jovem, obediente, voltou ao lugar onde estavam as pedras, se esforçou ao máximo, experimentou com todas as pedras, mas não conseguiu com nenhuma. - "Pai" - disse ele com lágrimas nos olhos. "Provei com todas as minhas forças e não consegui. Sinto muito, mas não posso!" - "Filho" - respondeu o pai -, "eu te disse que provasses com todas as tuas forças. Todas as tuas forças são as tuas forças mais as minhas. Em nenhum momento pediste que eu te ajudasse..." Freqüentemente isso acontece com os desafios da vida frente às tarefas que temos que realizar. Dizemos que não podemos e nos sentimos fracos. O Senhor insiste que provemos com todas as nossas forças, mas muitas vezes nos esquecemos de pedir a ajuda de Deus. Deus não espera que solucionemos nossos problemas sem Sua ajuda. Ele está à nossa disposição em todos os momentos.


Bem dizia Luiz de Camões no Canto Segundo dos Lusíadas: "Quem poderá do mal aparelhado/livrar-se sem perigo, sabiamente,/ se lá de cima a guarda soberana/não acudir à fraca força humana?" (João Falcão Sobrinho, em O Jornal Batista, pg 5 - 21 a 27/01/2002).


Thomas Jefferson, quien en 1776 escribió el primer borrador de la Declaración de Independencia de los Estados Unidos, dio por sentado que todos poseemos ciertos «derechos inalienables» otorgados por Dios. Sin embargo, hasta en una democracia hay grandes debates en cuanto a quién tiene cuáles derechos. Los cristianos pueden contemplar el asunto de los derechos desde otra perspectiva. En lugar de preocuparnos por nosotros, podemos pensar en lo que necesitan los demás. En ese sentido, tenemos el «derecho» de ayudar a los demás, como lo hizo el buen samaritano (Lucas 10:30-37). (Osvaldo Carnival - Internet)


Havia um jovem caboclo, bom trabalhador, amigo leal, mas que nunca prosperava. Chegou o dia quando ele não mais batalhou. Deixou-se ficar em casa, recolhido e desanimado... Os companheiros vinham vê-lo, cuidando que estivesse doente. E estava mesmo. Carecia de um tratamento. Ocorre que em pouco tempo começaram a achar que o moço só estava com preguiça e queria viver à custa deles. Quiseram forçá-lo a trabalhar e também voltar aos passeios, caçadas e pescarias... Entretanto, desanimado, ele sempre dizia: "Aquilo que for meu, às minhas mãos virá." Quando encontrarem, nas suas andanças, uma caixa de ouro, tragam-me'; dizia o pobre rapaz, sempre triste. Realmente ele intimamente desejava voltar ao trabalho, mas o seu corpo estava fraco e doente. Cada dia ele pedia a Deus os recursos para cuidar da saúde, para que pudesse retornar às suas atividades, pois, não era um como os amigos estavam pensando. Um dia, ao saírem para a caçada, gritaram por ele, convidando-o para aquela aventura na floresta - a caça. Desanimado, ele respondeu lá da cama, mais ou menos o que dizia sempre: "Vejam se há pela floresta uma caixa cheia de ouro e tragam-na pra mim" Foi aí que os companheiros combinaram pregar-lhe uma peça. Ao avistarem uma caixa de marimbondos presa a um galho de árvore tiraram-na e, embora a achassem um tanto pesada para estar desocupada, deixaram-na junto aos pertences, para a peça que imaginaram pregar. Ao voltarem já ao escurecer, empurraram a porta da casa do moço e colocaram a caixa aos pés da sua cama, dizendo: - Olha a caixa de ouro que encomendou. Divirta-se, amigo! Dizendo isto, saíram em disparada, temendo que houvesse mesmo alguns marimbondos no interior da caixa. Acontece que, no lusco-fusco da noite, o rapaz meteu os dedos no orifício de entrada da caixa e ela se desfez, deixando amontoar uma nuvem de ouro em pó e algumas moedas de ouro, que tiniam. Vendo-se com os recursos que tanto implorou, deu início a um sério tratamento de saúde. Ficou bom e voltou ao trabalho com força total. Só que agora tinha sempre o suficiente para se manter em condições equilibradas, melhorando sua aparência geral. Foi daí que descobriram que no passado uns tropeiros haviam colocado uma quase fortuna no interior da caixa de marimbondos, julgando que ali não despertaria a curiosidade e nem a cobiça de ninguém. Mas, como nunca mais voltaram, ela serviu para beneficiar um pobre necessitado e muito mal compreendido.


Certa vez veio alguém me disse: "Preciso de truques, dicas e quebra-galhos. Por favor, me ajude!".


Ouvi num seminário da Igreja Com Propósitos: "A melhor pessoa para ajudar um canceroso é uma pessoa que já teve câncer; para ajudar um casal em dificuldade conjugal, é outro casal que já passou por isso".


Estamos en la era de los libros que nos enseñan «cómo hacer tal cosa». Hoy día se puede encontrar este tipo de libros en casi todas las categorías imaginables. De hecho, si echamos un vistazo a una librería en particular en la Internet encontramos 32.000 libros diferentes sobre «cómo hacer» algo. Pero, ¿qué sucede cuando no puedes encontrar el libro que más necesitamos sobre «cómo hacer» algo? ¿Qué haces si quieres saber cómo conseguir que tus hijos vivan correctamente, o cómo hacer que tu cónyuge te aprecie, o cómo sobrevivir la muerte de un ser querido pero no encuentras la respuesta? Cuando los libros de la vida no te traen lo que buscas desesperadamente o no dan resultado, he aquí cómo salir adelante: · Si crees en Cristo, recuerda su promesa de nunca dejarte (Hebreos 13:5).


Dizem que para quem está se afundando, jacaré é tronco.


Outro dia, estava observando uma mosca. Ela tentava desesperadamente atravessar uma vidraça. Ficava agitando freneticamente as asas, chocando-se contra o vidro da janela, buscando uma saída. Para ajuda-la, abri um pedaço da janela, mas estranhamente, mesmo com parte da janela aberta, a mosca insistia em bater contra o vidro, demonstrando desespero e falta de direção. Se eu não a empurrasse com a mão, talvez ela ficasse batendo, batendo até se machucar e morrer. Quantos de nós já não viu essa cena? Quantas vezes, seja em casa ou no carro, nos deparamos com algum tipo de inseto tentando sair pelo vidro, sem rumo ou direção, apenas movido pelo forte desejo de liberdade? Agora pergunto: Quantas vezes nós já nos sentimos na posição da mosca? Quem já não ficou batendo contra um obstáculo, se machucando, tentando sair sozinho de uma situação ? Você já se sentiu assim? No caso da mosca, eu dei uma ajuda empurrando-a até a fresta da janela. E na nossa vida, quem você acha que nos mostra o caminho? Quem será que nos guia para a solução do problema?


Uma forma comum entre os chimpanzés para demonstrar amizade entre si é tirar piolhos e parasitas dos pêlos dos outros, principalmente do líder do grupo. (Revista Recreio Ano 2 Nº 86, pg 11).


"O caminho que abrimos para os outros se transforma numa estrada para os nossos pés" (Marya Lyon).


No outro dia estava a passear pelos bosques atrás da minha casa, quando vi no chão uma bela tangará de bico vermelho da zona oeste dos Estados Unidos. O pequeno pássaro tinha sido atacado por um predador e estava a arrastar uma asa partida. Apertei o pássaro nas minhas mãos - mãos rudes, ele deve ter achado. Talvez porque ele temesse mais maus tratos além dos que ele já tinha suportado, lutou comigo ferozmente, guinchando em despeito, debicando as minhas mãos até fazer correr sangue. Mas eu vi para além da violência o seu medo. Senti o seu coração bater apressadamente por baixo dos meus dedos, por isso o abracei até ele acalmar, depois coloquei-o por baixo da minha camisa. Levei-o até à "Senhora Pássara," uma vizinha que era conhecida por cuidar de pássaros feridos até recuperarem. Ela saberia o que fazer. Algumas pessoas são como aquele pássaro. Eles tentam atacar com fúria aqueles que tentam ajudá-los. - Fonte: www.gospelcom.net/rbc/pd/2002/09/page4.html


O melhor lugar para se encontrar uma mão amiga é na extremidade de seu próprio braço."


Gosto de ser eu mesmo a fazer alguns trabalhos em minha casa. Um dia desmontei a nossa pesada mesa de ping-pong e distendi um músculo quando a transportava para a cave, peça por peça. Depois de ter puxado as peças pelas escadas abaixo, fiquei por algum tempo com dores. No entanto, por vezes, preciso de pedir ajuda. Nem penso em subir ao telhado para recuperar um brinquedo perdido, sem que alguém segure na escada. E alguns trabalhos há que simplesmente não sou capaz de realizar sem a experiência do meu habilidoso cunhado.


Um velho vivia sozinho em Trás-os-Montes / Portugal. Ele queria cavar o seu jardim, mas era um trabalho muito pesado. O seu único filho, que normalmente o ajudava, estava na prisão. O velho então escreveu uma carta ao filho, na qual falava do seu problema: "Querido filho, Estou triste porque, ao que parece, não vou poder plantar o nosso jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo porque a tua mãe adorava a época do plantio depois do inverno. Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se tu estivesses aqui, eu não teria esse problema, mas sei que tu não podes ajudar-me no jardim, pois estás na prisão. Com amor, teu pai" Pouco depois o pai recebeu o seguinte telegrama: "PELO AMOR DE DEUS, Pai, não cave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos!" Às quatro da manhã do dia seguinte, uma dúzia de agentes da Judiciária e policias apareceram e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar nenhum corpo. Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho contando o que acontecera. Recebeu a seguinte resposta: "Pai! Espero ter ajudado. Já pode plantar o jardim. Isto é o máximo que eu posso fazer neste momento."


Um pastor estava caminhando pela rua quando viu um menino tentando alcançar a campainha de uma casa. Prestativo, foi até lá e, sem dizer nada, ergueu o menino – que então apertou a campainha com toda a vontade. Depois de recolocar o menino no chão, o pastor perguntou: - E agora, meu menino? Com um olhar ansioso, o menino replicou: - Agora nós corremos!


A ajuda de Deus está a distância de uma oração.


Certa vez, em uma reunião, perguntaram a um piedoso cristão e famoso médico analista, como devia proceder um indivíduo que se encontrasse à beira de um colapso nervoso. Ele não aconselhou: «Consulte um psiquiatra», mas sugeriu o seguinte: «Deve fechar a sua casa e sair em busca de alguém que esteja aflito e que se encontre ainda mais necessitado, procurando fazer algo por ele». (Revista Compromisso – 2º Trimestre de 2000).


O que Rick Warren declarou a respeito dos livros de auto-ajuda, é verdadeiro: "...eles dizem o que fazer, mas não o poder para fazer. (...) Eis as boas novas: o cristianismo oferece o poder de que precisamos". (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 10 - Ed Vida)


"Examina teu diário de ontem e verás que ainda estás em débito com as vidas e as pessoas" (G. Khalil Gibran * Revista Eclesia,pg 54).


As alianças de casamento passaram a ser usadas no dedo anular da mão esquerda, em muitas partes do mundo, há tanto tempo que ninguém sabe ao certo como começou este hábito. A explicação dada pelos egípcios, por exemplo, e muita aceita, é que uma artéria ou nervo corre diretamente do dedo ao coração. A razão, porém, ainda mais provável, é que este seja o lugar mais seguro para uma aliança: a maioria das pessoas é destra e o quarto dedo é o único que quase nunca conseguimos esticar sozinho. É preciso da ajuda de um companheiro.


Shakespeare disse: "Aqueles que não mostram o seu amor, na verdade não amam". (Internet)


Jorge Muller não pedia auxílio a outros, pedia somente a Deus. Diz-se que ele por mais de vinte mil vezes foi-se deitar, à noite, sem ter nada em casa para comer nem ele nem os seus órfãos. Quando alguém lhe perguntou se conseguia dormir nessas circunstâncias, ele respondeu: "Todas as vezes”. E nunca faltou comida no dia seguinte para ele e para os órfãos que chegaram a dois mil. Quando um amigo quis conhecer o segredo de tanta fé, Jorge Muller, levantou a Bíblia e disse: “Tenho lido este livro inteiro cem vezes. Conheço o Livro e conheço o Deus do Livro”.


Uma formiga foi até a margem de um rio com o propósito de matar sua sede. A força da correnteza acabou arrastando-a e estava prestes a afogar-se. Uma pomba, que assistia a cena do galho de uma árvore próxima, arrancou uma folha e a jogou no rio, junto à formiga que, pulando sobre ela, flutuou em segurança até a margem. Pouco depois, um caçador de pássaros surgiu e, colocando-se sob a árvore armou sua vara de visgo com o propósito de pegar a pomba. A formiga, percebendo a intenção do caçador, deu uma mordida em seu pé. Ao sentir a forte dor, o caçador caiu ao chão, derrubando sua armadilha. Com o barulho, a pomba alçou vôo e escapou. Uma pessoa que se coloca para ajudar ao próximo provavelmente será ajudada também.


Mesmo os nossos melhores esforços para ajudar os outros, às vezes, são envenenados pelo pecado e por erros. - Renato Vargens.




Muito antes de Zaqueu nascer, eu creio que Deus plantou uma semente ao lado da estrada de Jericó. Talvez tenha enviado dois anjos para guardá-la. Então eles perguntaram: - Senhor, por que estamos guardando esta insignificante plantinha? - Não quero que um camelo pise nela. Certifiquem-se de que nenhum casco de boi se incline sobre ela ou a fira. Não quero que nenhum cavalo faminto a coma, respondeu Ele. - Podemos perguntar por que, Senhor? Não há coisas mais importantes a se fazer? - Não, nada é mais importante para mim do que planejar encontros com meus filhos. E acrescentou: não posso fazer o Zaqueu subir na árvore, mas posso plantá-la. Somente a sede dele vai levá-lo a subir nela. Enquanto isso, minha soberania vai certificar-se de que a árvore está no lugar certo, pronta e esperando por Zaqueu. - Extraído do livro: Os Descobridores de Deus.


"Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se".


Uma pessoa pediu à outra que a ajudasse a melhorar seu temperamento. Que a outra, mais calma, lhe chamasse à atenção, quando ela estivesse saindo da linha. Quando a mais calma foi ajudá-la, ouviu esta palavra: "Não se meta na minha vida!".


Um pastor contou que quando viajava, ele e a esposa, viram um acidente na rodovia. Um caminhão, carregado de copos, saiu de sua pista, atravessou o canteiro e as três faixas da pista contrária e se chocou com o barranco. Caixas de copos voaram na pista. Chocou a eles ver que as pessoas paravam os carros para saquear a carga, não para ajudar o motorista! Roubar copos comuns, ordinários, de um caminhão acidentado. Que tristeza! Dá vontade de chorar... este é o nosso povo!


Veja o poema extraído do livro "Mentalidade Cristã", de John Stott, escrito por uma mulher que buscou auxílio num religioso: "Eu tive fome e tu formaste um grupo para discutir minha fome; Estive presa e tu te retiraste para a tua capela para orar por minha libertação; Esta nua, questionaste a moralidade da minha aparência; Estive enferma e tu te ajoelhaste, agradeceste a Deus tua saúde; Estava desabrigada e tu falaste do abrigo espiritual de Deus; Estava solitária e tu me deixaste sozinha para orar por mim; Parecia tão santo, tão próximo de Deus! Mas eu ainda estou com fome... e sozinha... e com frio".


Tem ajuda que é inútil. Como aquela situação em que, no quintal de casa, o garoto gritou: "Pai! Pai! Acabaram de roubar nosso carro!" O pai sai apressado e pergunta: "Você viu os ladrões, filho?" "Vi!" "E você acha que conseguiria reconhecê-los?" "Não, mas anotei a placa do carro!"


Diz o provérbio chinês: "Aquele que garante o bem-estar dos outros garante o próprio".


Em uma fábrica de tecidos, onde funcionavam teares muito complicados, havia uma placa que dizia: "Se os fios se emaranharem, chame o supervisor". Recentemente aconteceu o seguinte: os fios do tear de uma operária muito dedicada e hábil se enrolaram. Imediatamente ela tentou desenredá-los, mas seus esforços somente tornavam maior a confusão. Finalmente, cansada e mal humorada, ela pediu ajuda ao supervisor. "Você mesma já tentou separar os fios?", perguntou ele. - "Sim". - "Por que você não me chamou, conforme a norma?" - "Fiz o melhor que pude", respondeu ela. - "Lembre-se, 'o melhor' em tal caso é me chamar!" Quantas pessoas neste mundo se assemelham a essa mulher! Elas são honestas, corajosas e trabalhadoras. Elas enfrentam a vida com determinação. Gostaríamos de resolver tudo sozinhos, dar conta dos problemas, pois não nos agrada pedir ajuda aos outros.


Um velho fazendeiro japonês havia acabado de colher uma safra de arroz que o deixaria rico. De seus campos ele podia contemplar, do alto, o vilarejo que se encontrava à margem do oceano. Olhando para o mar ele percebeu a aproximação de uma grande onda que, chegando à praia, destruiria a aldeia e seus moradores. "Traga-me rápido uma tocha, gritou ele para o neto." Logo a seguir, correu até as pilhas de arroz e ateou fogo. Sem saber sobre o perigo que corriam devido à subida da maré, mas preocupados com os campos do fazendeiro, os aldeãos correram apressadamente para ajudá-lo e, assim, salvaram suas próprias vidas da morte. Duas demonstrações maravilhosas de amor e solidariedade. Um fazendeiro que renuncia à riqueza para salvar pessoas com quem, talvez, nem tivesse qualquer vínculo de amizade e pessoas humildes que, solidárias, deixam tudo para trás e oferecem as mãos e o coração para socorrer um vizinho em apuros. Como nós, cristãos, temos lidado com o amor ao próximo?


Gosto do slogan de uma empresa: “Nossa missão é ajudar você a continuar a sua. 30/11/06


Ouvi a seguinte estória: Um rato, olhando pelo buraco da parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado. Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos: “Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!!!” A galinha disse: “Desculpe-me, ser Rato, isso é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada”. O rato foi até o porco e lhe disse: “Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!” “Desculpe-me, senhor Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces. O rato então dirigiu-se à vaca. Ela lhe disse: “O que, senhor Rato? Uma ratoeira? Por acaso, estou em perigo? Acho que não!” Então o rato voltou para casa, cabisbaixo e abatido, para pensar como enfrentaria a ratoeira do fazendeiro. Naquela noite, ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando a sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que a ratoeira havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira pegara pela cauda uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher... o fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela foi medicada, mas voltou com febre. Todo o mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro então mandou matar a galinha e preparar uma saborosa canja. Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo. Bem, da próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e pensar que isso não lhe diz respeito, lembre-se da estória da ratoeira. Como crentes, somos um corpo. – Pedro Solonca, em O Jornal Batista. 15/12/06


Dois soldados se perderam num vale e a única saída pra eles era por uma montanha muito alta onde havia muito gelo e neve. Foram em direção a montanha e ao chegarem, encontraram um velho e perguntaram pela saída. Ele ensinou. Um deles perguntou: “O senhor não vai sair daqui também?” O velho senhor respondeu: “Jovem, preciso de ajuda; não posso andar... tô machucado”. O outro soldado disse: “Que pena, pois não posso ajudá-lo; vou levando uma bolsa cheia de jóias que ganhei na guerra”... e ao dizer isso, se foi. O outro, porém, disse: “Como o senhor me ajudou, vou ajudá-lo”. Colocou o homem em suas costas e o carregou. Um dia de viagem, e aí, encontrou o outro soldado morto por causa do frio da montanha e da neve. Logo considerou: “Eu só não morri porque o calor do velho que carreguei nas costas, me aqueceu, e assim, conseguimos sair do vale”. Tudo, graças a sua boa ação! Quem deixa de amar deixa de ser amado, quem deixa de ajudar deixa de ser ajudado. 12/1/07


Quantos que se propõem a mudar de jeito, de vida, de situação? Mas é inútil! É como se um cadáver dissesse: “Mediante grandes esforços próprios, sairei desta urna, deste caixão, e serei de novo um homem vivo“. Porém, falta uma força que venha de fora dele mesmo. Você não poderá vencer os maus hábitos nem romper as cadeias que o prendem. Você necessita de ajuda; necessita de Cristo! 15/1/07


Um homem pega o telefone e liga desesperado: Socorro, o meu amigo quer se suicidar... Ele quer se atirar da janela! O homem do outro lado diz: Tá, mas o senhor errou o número... Aqui é da carpintaria! Eu sei! É que a janela não quer abrir! 16/1/07 ...de que tipo de amigo você quer receber ajuda quando precisar?


O caminho que abrimos para os outros se transforma numa estrada para os nossos pés. Maria Lyon. 17/1/07


Moody conta a história de um passageiro em um navio que atravessava o Atlântico e que descansava em seu beliche durante uma forte tempestade, acometido de um forte enjôo do
mar. De repente ele ouve um alvoroço e um grito: "Homem ao mar." "Que Deus ajude a este pobre homem," orou ele, "mas não existe nada que eu possa fazer." Logo a seguir, pensou ele: "(eu posso, pelo menos, acender minha lanterna e colocar nesta pequena janela." Com muito esforço ele fez isso. Finalmente o homem que havia caído no mar foi salvo. No dia seguinte ele contou a história para todos: "Eu estava, na escuridão, afundando talvez pela última vez quando alguém colocou uma luz através de uma portinhola. A luz brilhou direto em minha mão e um marinheiro, em um barco salva-vidas, conseguiu me resgatar." A debilidade não pode ser usada como justificativa para usar a pouca força que temos. Quem pode dizer como Deus trabalhará? 12/2/07


Um mestre oriental viu um escorpião que se afogava, decidiu tirá-lo da água, mas quando fez, o escorpião lhe picou. Como reação à dor, o mestre soltou-o e o animal caiu na água e, de Novo, estava se afogando. O mestre tentou tirá-lo outra vez, novamente o escorpião o picou. Alguém que tinha observado tudo, aproximou-se do mestre e disse: Perdão, mas você é muito teimoso! Não entende que, cada vez que tentar tirá-lo da água, ele o picará? O mestre respondeu: - A natureza do escorpião é picar e isso não muda a minha natureza, que é ajudar. Então, com a ajuda de um ramo, o mestre retirou o escorpião da água e salvou-lhe a vida. Não mude a sua natureza se alguém lhe magoar. Apenas tome as devidas precauções. 14/2/07


"No Final, nós nos lembraremos não das palavras dos nossos inimigos, mas do silêncio dos nossos amigos." (Martin Luther King). 27/2/07


Um fazendeiro estava arando seu campo numa manhã de primavera. As nascentes acabavam de descongelar e haviam muitos vales alagados no campo. Em determinado lugar, bastante enlameado, o seu trator ficou atolado. Quando mais ele tentava sair do atoleiro, mas preso a ele o trator ficava. Vendo que não conseguiria retirá-lo, foi até o vizinho pedir ajuda. O vizinho o acompanhou para ver o que podia ser feito. Ao chegar ao local, sacudiu a cabeça dizendo: "A situação é difícil, mas vou fazer todo o possível para puxar o seu trator. Mas, se não conseguir tirá-lo, eu virei e sentarei na lama com você!" O Senhor Jesus nos ensinou a "amar ao próximo como a nós mesmos." Temos procurado seguir o Seu ensinamento? Nosso testemunho cristão tem sido exercitado nas ocasiões em que Deus nos mostra uma pessoa necessitada? Estamos atentos àqueles que nos rodeiam? Ou a preocupação com nossos interesses pessoais não permitem que pratiquemos o amor do Senhor no relacionamento com outras pessoas? 12/3/07


"Uma das mais lindas compensações desta vida é que ninguém poderá sinceramente tentar ajudar outra pessoa sem ajudar a si mesmo". Ralph Waldo Emerson, poeta, ensaísta, EUA, 1803-1882. 22/3/07


A canoa virou,/ Quem deixou ela virar,/ Foi por causa da (nome de pessoa)/ Que não soube remar. - Ao invés de incentivar o trabalho de equipe e o apoio mútuo, as crianças brasileiras são ensinadas a dedurar e a condenar um semelhante. 10/4/07


O conferencista e consultor Zig Ziglar freqüentemente afirma: “Você pode ter na vida tudo o que quer, se ajudar outras pessoas a conseguir o que elas querem”. 23/4/07
29/1/07

Quebrantamento




Juan Spyker, um grande amigo de Marcos Witt, certa vez disse-lhe o seguinte: "Quando Deus nos quebranta, seu objetivo não é nos destruir. Ele quer destruir as atitudes incorretas que há em nós, para que assim a sua glória possa refletir-se por nosso intermédio". (Marcos Witt, em Adoremos, pg 185)


Como afirmou Henrieta Mears: "Quanto menores formos, mais espaço Deus terá". (Roberto do Amaral Silva, em O Jornal Batista, pg 1b - 17 a 23/09/2001).


Quando esquecemos de nós mesmos é que fazemos as coisas que são lembradas.


Cuando yo era muchacho, unos cuantos de mis amigos tenían papás que dirigían a sus familias en la lectura diaria de la Biblia y nunca faltaban a un culto de la iglesia. Pero también sabía que algunos de ellos eran orgullosos, tiranos en el hogar, crueles en sus tratos de negocios, y desalmados para con los necesitados. Aunque yo era joven sabía que esa hipocresía no agradaba a Dios. Daba gracias porque mi padre y varios otros hombres que conocía eran un ejemplo de verdadera fe y humildad. Admitían sus errores rápidamente y trataban a los demás con compasión. Obviamente se veían a sí mismos como receptores indignos de la maravillosa gracia de Dios.


A transformação do milho duro em pipoca macia é símbolo da grande transformação por que devem passar os homens para que eles venham a ser o que devem ser. O milho de pipoca não é o que deve ser. Ele deve ser aquilo que acontece depois do estouro. Mas a transformação só acontece pelo poder do fogo. Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho de pipoca, para sempre. Assim acontece com gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito, a vida inteira. Piruá é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente se recusam a mudar. E você o que é? Uma pipoca estourada ou um piruá? - Fonte: Pr. Renato Vargens rvargens@ar.microlink.com.br


Veja como é um ciclo: Quebrantamento leva ao arrependimento, e arrependimento leva ao perdão; perdão leva à liberdade e liberdade nos proporciona uma maior capacidade de amar; o amor sempre nos leva de volta para a verdadeira adoração a Deus, e adoração a Deus nos leva a níveis mais profundos de quebrantamento.


"Nenhum pregador pode subir ao púlpito sem antes ter descido, pela oração, os degraus da humildade. Na oração, o egoísmo se quebranta. O medo se desfaz, e a certeza da vitória aparece clara como a luz do sol ao meio-dia" (Cabral, p. 43). (Ler Pv 15.33). Um jovem vivia criticando quem ia pregar, dizendo que, se fosse ele, pregaria muito melhor. Um dia, o pastor deu oportunidade ao moço para pregar. Ele subiu ao púlpito, orgulhoso, sorridente. Tentou achar um texto na Bíblia, de um lado para outro, e nada. Suou, pediu desculpa, e desceu cabisbaixo. Sentou noutro lugar, junto a um irmão experiente, que, percebendo sua tristeza, disse: "Moço, se você tivesse subido como desceu (humilde), teria descido como subiu (alegre)". É uma grande lição para todo pregador. (Internet)


Se você sair lá fora e olhar para o sol, e lágrimas não encherem seus olhos, você ficará cego. A pessoa que se encontra diante do trono de Deus, experimenta a mesma coisa.


A palavra "adorador" significa "prostrador". Esse é o tipo de adorador que o Pai procura. Vemos que, no céu, os adoradores se prostram diante do trono (Ap 4.10). (Marcos Witt, em Adoremos, pg 147).


Neemias era o tipo de líder que se preocupava com a glória de Deus. Ele lamentou e chorou, jejuou e orou, não porque viu a cidade dos seus pais em ruína, mas porque o Deus dos seus pais servia de opróbrio perante o inimigo. A tristeza foi tão intensa que estampou-se em seu rosto, que o rei a percebeu. Quantos de nós haverá, nos assentamos e choramos quando sabemos que líder cristão pecou ou um ministério fracassou?


"Que o meu coração seja quebrantado pelas coisas que quebrantam o coração de Deus.” Bob Pierce.


É certo que precisamos cantar canções diante do trono, mas penso que precisamos muito mais, cantar canções que nos coloquem diante da cruz.


"Tal como a água sempre procura o ponto mais baixo - disse Andrew Murray - assim, o momento em que Deus te achar humilhado e vazio, será aquele em que Sua glória e poder te penetrarão".


“A melhor coisa que podemos fazer é abandonar os nossos planos, esmigalhar nosso discurso, afastar os bancos de nossas igrejas e cair de joelhos.” - Tommy Tenney.


Coração de crente o Senhor também não invade.


Em uma certa catedral da Europa, um novo administrador assumia o cargo e a primeira coisa que fez foi vistoriar o prédio e tudo o que nele havia. Chegando à parte mais alta da catedral, encontrou, perto do teto de um dos cômodos, cerca de uma dezena de estátuas de prata. "O que aquelas estátuas estão fazendo lá em cima?", perguntou. Após ser informado, falou: "Tire-as lá de cima e traga-as para baixo." Elas foram derretidas e o resultado apurado colocado na tesouraria da catedral. Antes de usar aquelas estátuas para um fim proveitoso, o administrador precisou trazê-las para baixo. Da mesma forma, para Cristo poder nos usar, muitas vezes é necessário que nos faça descer do alto em que nos colocamos. Com freqüência, a oração de Cristo ao Pai, por seus discípulos, deve ser: "Faça-os descer." - Paulo Roberto Barbosa


Antigamente, para se quebrantar, se humilhar, a pessoa vestia pano de saco... hoje, se você vestir um pano de saco, o pessoal vai dizer: “Que manero, meu irmão! É dez, aí! Onde você comprou?”


"Quanto mais me despedaço, mais fico inteira e serena". Cecília Meireles, poeta, educadora, RJ, 1901-1964


Os índios de uma reserva para a qual eu seria enviado em missão faziam um vaso de barro muito bonito. Meu amigo, capitão do esquadrão em Manaus, pediu ao tenente: “Já que você está nesse vôo, traga um vaso daqueles para mim”. O tenente o achou tão bonito que quis um também. Ao desembarcar, um dos vasos se quebrou. O capitão perguntou: “E aí, trouxe o vaso?” “Sim, senhor. Trouxe dois, só que o seu quebrou no desembarque”. – Luiz de Abreu. 30/11/06


Gióia Jr tem um poema no qual diz que o nosso coração tem um trono e uma cruz. Quando estamos na cruz, o Senhor Jesus está no trono. Mas se quisermos sentar no trono, o Senhor é quem irá para a cruz. 23/12/06


Uma barra de aço no valor de quinze reais, quando transformada em ferraduras passa a valer duas vezes mais. Se em lâminas de canivete, seis vezes mais; se em molas de relógio, cinqüenta mil vezes mais. Por que a pobre barra tem que passar por processos para ficar valendo isso? Quanto mais ela é manipulada, e golpeada, e introduzida no fogo, e batida, e prensada, e polida, maior o seu valor. Possa esta parábola ajudar-nos a ficar quietos, em silêncio e pacientes. Os que sofrem mais são capazes de submeter-se mais; e é através da dor que Deus está conseguindo mais de nós para a Sua glória e a bênção de outros. 27/3/07


Durante uma visita a um setor de máquinas de uma indústria, alguém se deteve olhando um homem que trabalhava com um maçarico cuja chama era de alta intensidade sobre imensas placas de aço. Havia ocasiões, entretanto, que a chama não parecia surtir efeito sobre as placas. Quando isso acontecia, uma substância química era aplicada sobre o remendo resistente, e imediatamente o corte podia ser retomado. O trabalhador explicou que embora a chama fosse capaz de cortar uma chapa de oito polegadas de espessura, se encontrasse a mais leve membrana de ferrugem na superfície, não conseguiria penetrá-la. Eu creio que isso retrata fielmente o cristão. O Espírito Santo está buscando trabalhar em nossas vidas de maneira perfeita para a glória de Deus. Quando nossa vida é pura, Ele consegue trabalhar bem em nós e o nome do Senhor é glorificado em cada uma de nossas atitudes. Se nos mostramos carnais ou mesmo apostatamos da fé, Seu trabalho é dificultado até que nos coloquemos novamente em Sua presença e estejamos mais uma vez purificados. 6/6/07

Coração




Um homem havia pintado um lindo quadro. No dia de apresentá-lo ao público, convidou todo mundo para vê-lo. Compareceram as autoridades do local, fotógrafos, jornalistas, e muita gente, pois o pintor era muito famoso e um grande artista. Chegado o momento, tirou-se o pano que velava o quadro. Houve caloroso aplauso. Era uma impressionante figura de Jesus batendo suavemente à porta de uma casa. O Cristo parecia vivo. Com o ouvido junto à porta, Ele parecia querer ouvir se lá dentro alguém respondia. Houve discursos e elogios. Todos admiravam aquela obra de arte. Um observador curioso porém, achou uma falha no quadro: A porta não tinha fechadura. E foi perguntar ao artista: - "Sua porta não tem fechadura! Como se fará para abri-la?" - "É assim mesmo" - respondeu o pintor - "Esta é a porta do coração humano. - Só se abre do lado de dentro".


"É no coração do homem que reside o princípio e o fim de todas as coisas". (Tolstoi)


O coração da mulher bate mais rápido – em média 80 batidas por minuto. Para o homem a média é de 72 batidas por minuto.


"Que o meu coração seja quebrantado pelas coisas que quebrantam o coração de Deus.” Bob Pierce.


Um crente orou assim: “Senhor, dá-me um coração de fogo para o Teu serviço; um coração de amor para com o meu próximo, e um coração de ferro para comigo mesmo”.


O profeta Jeremias escreveu sobre o coração pelo menos 66 vezes na sua profecia. Em 17.9 ele escreveu da condição do coração humano e em 29.23, através de suas palavras, é Deus quem anuncia o que é requerido do coração dos homens. Ver mais em Jr 17.9; 29.13.


Segundo o costume judaico, quando uma moça estava prestes a casar-se, deveria adquirir um vaso de alabastro cheio de perfume. Se levasse o vaso de alabastro cheio de perfume, ela seria bem sucedida na casa de seu marido. Mas se levasse apenas um pequeno vaso, com pequena porção do perfume, a recepção não seria tão calorosa. Por isso, o vaso de alabastro cheio de perfume significava muito para a moça desejosa de casar-se. Maria tinha preparado esse vaso havia muito tempo: ano após ano viera ela economizando aqui e ali, para adquiri-lo. Todavia, quando ela se encontrou com Cristo, seu coração abriu-se em adoração ao Senhor. Ela O amava tanto que quando Jesus foi a Betânia, ela trouxe seu tesouro mais precioso, o vaso de alabastro cheio de perfume. Removendo a tampa, ela derramou o ungüento sobre a cabeça do Senhor e em Seus pés, enxugando-os com seus cabelos. Muitas pessoas vão à Igreja pelo caminho do ritualismo e pensam ter cultuado a Deus. Mas Deus não aceita esse tipo de culto. Deus quer seu tesouro, seu coração; Deus quer você inteirinho, inclusive seu vaso de alabastro cheio de perfume. (Mateus 26.6-13).


Quando Pompeu, o grande general romano, tomou Jerusalém no ano 63 A.C., fez questão de visitar o templo, de cuja fama já tinha muito ouvido. Entrando no recinto fez questão de passar além do véu e penetrar no Santo dos Santos, para escândalo e consternação dos judeus que o seguiam. Pompeu esperava encontrar, oculta pelo véu, a imagem do Deus dos judeus, o Deus a quem ele atribuía a extraordinária resistência daquele povo através dos séculos a tantas guerras e derrotas. Mas nada encontrou no Santo dos Santos. Acostumado a ver os deuses dos povos representados por imagens dos mais variados tamanhos e aparência, Pompeu ficou maravilhado. Não podia entender um povo que não tinha uma imagem sequer e que tinha encontrado no coração humano o santuário mais digno para seu Deus.


Uma pessoa muito cheia de angústia lamentou-se dizendo: "O nosso coração é como uma folha de papel: depois de amassada não volta a ser o que era antes...". É justamente por isso que o Pai nos dá um novo coração, um coração regenerado!


Oculta em seu sótão, do terror nazista, a pequena judia Anne Frank ainda pôde escrever em seu diário: "A despeito de tudo, ainda creio que as pessoas têm bom coração". (Fonte: Nathaniel M. Brandão Jr., em O Jornal Batista, pg 5 - 15 a 21/07/2002).


Um coração puro deixa ver Deus em todo o lugar.


O coração tem razões que a razão não conhece. - Pascal.


Não é preciso ser médico para dizer que: Endurecimento do coração é mais grave do que o endurecimento das artérias.


Cuidado com o coração hostil. Esse foi o aviso do Dr. Redford Williams da Universidade de Duke - Centro de Pesquisa Comportamental Clínica. Ele diz há alguns anos que demonstrar uma personalidade hostil pode matar - com muita freqüência pelas doenças de coração mas também por lesões e acidentes. A ira acelera o ritmo cardíaco, aumenta a pressão arterial, e perturba as artérias coronárias. Alguns indicadores de um coração hostil são a impaciência com as demoras, falta de confiança nos companheiros de trabalho, irritabilidade com os hábitos de familiares ou amigos, e uma necessidade persistente de ter a última palavra nas discussões ou de se vingar quando é contrariado. - Fonte: www.gospelcom.net


R.A. Torrey, conta que falando certa vez, após o culto uma senhora veio e lhe disse: “Há três anos estou procurando a Cristo sem poder achá-Lo”. Torrey, respondeu de imediato: “Eu posso dizer-lhe quando O podereis achar”. A mulher olhou-o surpreendida. Então Torrey abriu sua Bíblia neste texto (Jr 29.13) e leu para aquela mulher. Após um momento de hesitação, ela respondeu: “Não, senhor, eu ainda não fiz isso”. Daí por diante ela procurou fazê-lo e em pouco tempo se estava regozijando em Cristo.


Uma canção no coração coloca um sorriso no rosto.


Relata-se que John Wesley, em certa ocasião, passava por uma estrada quando avistou um homem, de joelhos, junto à margem, quebrando pedras. "Ah, disse o famoso pregador, como desejaria quebrar os corações daqueles que me ouvem com a mesma facilidade com que essas pedras são quebradas." O homem, levantando a cabeça, respondeu: "O senhor já tentou quebrá-los em seus joelhos?"


Alguém atentou para o quadro de Holman Hunt "Cristo Batendo Na Porta" e criticou-o por não ter esta puxador por fora. Hunt respondeu que a pintura desse modo intencionalmente, e acrescentou: Tem puxador por dentro". De feito, Cristo não violenta a porta do coração de ninguém. Tu, espontaneamente, vais abri-la por dentro.


O grande filósofo Kierkegaard disse que a pureza de coração vêm àqueles que "querem uma coisa". Queria dizer com isso que a pureza de coração é uma qualidade achada somente naqueles que amam a Deus supremamente e cujas lealdades não são divididas. A pureza de coração será realizada em nós somente quando amarmos ao Senhor nosso Deus de todo coração, toda alma e todo nosso ser. O coração dividido nunca pode ser puro.


"O essencial é invisível para os olhos, só se vê bem com o coração". Esta é uma conhecida frase do livro infantil "O Pequeno Príncipe", que sempre nos leva a uma reflexão.


Quando o grande missionário David Livingstone morreu, os africanos retiraram o coração do peito dele para enterrá-lo na África. O corpo foi enterrado na Inglaterra, mas o coração foi deixado na África, entre o povo a quem tanto amava. Onde está seu coração?


A Revista Seleções Reader´s Digest trouxe um pequeno artigo chamado “Afaste a tristeza do coração”, notificando que cerca de 40% dos que sobrevivem a um ataque do coração entram em depressão logo após o incidente, o que aumenta a probabilidade de outro ataque ou até a morte. 30/11/06


Gióia Jr tem um poema no qual diz que o nosso coração tem um trono e uma cruz. Quando estamos na cruz, o Senhor Jesus está no trono. Mas se quisermos sentar no trono, o Senhor é quem irá para a cruz. 23/12/06


Abra o seu coração para Deus. Não tenha medo em mexer na maçaneta. Somente você poderá fazê-lo! 11/1/07


"Um coração vazio pesa mais do que um cheio" 12/1/07


"Tem pessoas que não têm coração. Têm um pedra no lugar do coração. Não tem como arrancar amor de uma criatura dessas", disse a mãe de João Hélio, o garoto de seis anos morto após ser arrastado em um carro por assaltantes no Rio de Janeiro. Folha Online. 12/2/07


Um mestre oriental viu um escorpião que se afogava, decidiu tirá-lo da água, mas quando fez, o escorpião lhe picou. Como reação à dor, o mestre soltou-o e o animal caiu na água e, de Novo, estava se afogando. O mestre tentou tirá-lo outra vez, novamente o escorpião o picou. Alguém que tinha observado tudo, aproximou-se do mestre e disse: Perdão, mas você é muito teimoso! Não entende que, cada vez que tentar tirá-lo da água, ele o picará? O mestre respondeu: - A natureza do escorpião é picar e isso não muda a minha natureza, que é ajudar. Então, com a ajuda de um ramo, o mestre retirou o escorpião da água e salvou-lhe a vida. Não mude a sua natureza se alguém lhe magoar. Apenas tome as devidas precauções. 14/2/07


Durante uma visita a um setor de máquinas de uma indústria, alguém se deteve olhando um homem que trabalhava com um maçarico cuja chama era de alta intensidade sobre imensas placas de aço. Havia ocasiões, entretanto, que a chama não parecia surtir efeito sobre as placas. Quando isso acontecia, uma substância química era aplicada sobre o remendo resistente, e imediatamente o corte podia ser retomado. O trabalhador explicou que embora a chama fosse capaz de cortar uma chapa de oito polegadas de espessura, se encontrasse a mais leve membrana de ferrugem na superfície, não conseguiria penetrá-la. Eu creio que isso retrata fielmente o cristão. O Espírito Santo está buscando trabalhar em nossas vidas de maneira perfeita para a glória de Deus. Quando nossa vida é pura, Ele consegue trabalhar bem em nós e o nome do Senhor é glorificado em cada uma de nossas atitudes. 14/2/07


Na escola, o professor pergunta ao aluno: - O que se deve fazer quando alguém está sentindo dores no coração? - Apagar a luz! - Apagar a luz? Você ficou maluco? - Ora, professor, o senhor nunca ouviu dizer que o que os olhos não vêem o coração não sente? 26/2/07


Certa vez Um homem havia pintado um lindo quadro. No dia da apresentação ao público, convidou várias pessoas para ver a obra.Compareceram as autoridades do local, fotógrafos, jornalistas, enfim, uma multidão. Afinal, o pintor além de um grande artista era também muito famoso. Chegado o momento, tirou-se o pano que velava o quadro. Houve caloroso aplauso. Era uma impressionante figura de JESUS batendo suavemente à porta de uma casa. Com o ouvido junto à porta, ELE parecia querer ouvir se lá dentro alguém respondia. Houve discursos e elogios. Todos admiravam aquela obra de arte. Porém, um curioso observador, achou uma falha no quadro. A porta não tinha fechadura. E intrigado, foi perguntar ao artista... - Sua porta não tem fechadura? - Como se fará para abri-la? Perguntou o fã. Respondeu-lhe o artista: - É assim mesmo. - Esta é a porta do coração humano, só se abre pelo lado de dentro. 15/5/07


O romancista inglês Charles Dickens disse certa vez: "O coração humano é um instrumento de muitas cordas. O perfeito conhecedor dos homens sabe fazê-las vibrar todas, como um bom músico". Se você deseja que as cordas de seu coração tornem-se bem afinadas com a vida, peça ao Senhor neste dia que tranqüilize a sua alma e dê equilíbrio e saúde ao seu corpo. Mantenha-se afinado com o Dono da vida. 16/5/07


Tenho mais medo de meu coração do que do Papa e de todos os seus cardeais. (Martinho Lutero). 17/5/07


A medicina deu um grande avanço, quando na segunda metade dos anos 60, alguns médicos conseguiram transplantar com sucesso, pela primeira vez, o coração de um paciente que sofria de problemas cardíacos. A base do transplante de coração foi desenvolvida na Universidade Stanford, nos Estados Unidos. E quem recebeu o coração foi um paciente da África do Sul em dezembro de 1967.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Jesus


“O que me fascina em Jesus não é só a capacidade de
ressuscitar os mortos,de curar os cegos ou os paralíticos.

O que me fascina Nele é a sua capacidade
e coragem de dizer que Deus é Pai.

Um Pai que tem preferência pelos piores
homens e mulheres deste mundo.

Um Pai que ama os que não merecem ser amados,
abraça os que não merecem ser abraçados,
e escolhe os que não merecem ser escolhidos.

Um Pai que quebra as regras ao nos desconcertar
com seu amor tão surpreendente.

Um Pai que não quer se ocupar com os erros
que você cometeu até o dia de hoje,
porque o amor que Ele tem por você,
é um amor cheio de futuro.

Ele não está preso ao seu passado e,
a Ele não interessa o que você fez
ou deixou de fazer de sua vida,
a Ele o que importa é o que você ainda pode fazer”.
(Pe. Fábio de Melo)

O Senhor corrige:



a ignorância: com a instrução;
o ódio: com o amor;
a necessidade: com o socorro;
o desequilíbrio: com o reajuste;
a ferida: com o bálsamo;
a dor: com o sedativo;
a doença: com o remédio;
a sombra: com a luz;
a fome: com o alimento;
o fogo: com a água;
a ofensa: com o perdão;
o desânimo: com a esperança;
a maldição: com a benção.
Somente nós, as criaturas humanas, por vezes, acreditamos que um golpe seja capaz de sanar outro golpe.
Simples ilusão.
O mal não suprime o mal.
Em razão disso, Jesus nos recomenda amar os inimigos e nos adverte de que a única energia suscetível de remover o mal e extingui-lo é e será sempre a força suprema do bem.”

Otimismo!


Você precisa dizer sempre, a você mesmo
Vou conseguir!
Vou superar!
Vou chegar no meu sonho!
Fazendo isso, você estará cultivando sua luz
que nunca poderá se apagar.
Pois ela é a imagem que você pode
passar para as outras pessoas.
É através dessa luz que todos vão lhe admirar
acreditar em você e te seguir.
Observe a lua, pois se você não puder atingi-lá
com certeza, irá conhecer grandes estrela

domingo, 11 de outubro de 2009

A língua. Graça e Paz!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




Jesus disse que realmente a língua é perigosa. Ele falou de como as palavras frívolas podem fazer-nos mal e a outros. Entretanto, no Novo Testamento, foi Tiago, irmão de Jesus, quem mais falou sobre o mal da língua.

Leia a epístola de Tiago por inteiro e medite no que ele fala sobre o poder da língua. Além disso, peço que leia o livro de Provérbios todo fazendo a mesma coisa.

Controlar a língua e as palavras é o exercício mais difícil ao qual um ser humano tem que se impor.

Quem aprende a controlar as próprias palavras é mais forte do que aquele que tem poder para conquistar uma cidade fortificada — diz Provérbios.

O “temor do Senhor”, diz Provérbios, consiste, entre outras coisas, em controlar a língua.

Além disso, o controlar a língua deve dar lugar à capacidade de ouvir. Ora, ouvir é um modo de falar muita coisa, embora a maioria não creia nisso.

A compulsão por falar o que vem à cabeça é filha da impaciência e da ilusão de que se a pessoa não falar não terá participação responsável na vida — isso no caso de quem não tem a intenção de falar para destruir.

Desse modo o falar compulsivo é neurose. Sim! Quando esse falar é fruto de se buscar ter uma presença de opinião em tudo, esse tal falar é neurose. Assim, a pessoa fica inquieta e angustiada se não fizer ou falar ou expressar o que crê.

O grande exercício para quem não sabe não falar é transformar a compulsão de falar em atenção no ouvir e em oração a Deus.

Assim, diante das pessoas ouça e diante de Deus fale!

Por outro lado, quem não sabe deixar de falar também evidencia falta de confiança em Deus. É como se a vida só tivesse jeito se nossas palavras fossem ouvidas...

Não estou sugerindo que você fique mudo. O que estou dizendo é que você deve daqui para frente dormir sobre as suas opiniões e conversar sobre elas com a sua noiva, e, assim, checar suas opiniões ou o “timing” delas com gente que ama você e não está interessada em ver você se desgastar como você vem se desgastando.

“Até o tolo quando de cala passa por sábio” — diz Provérbios.

Leia os evangelhos e veja a quantidade de vezes que Jesus calou, ou fez silencio, ou passou sem dar opinião acerca de tantas coisas.

Gente como você lê acerca dos “silêncios” de Jesus e não entende. Às vezes até se pergunta: “Mas como pôde Ele nada dizer?”

Jesus também disse “muito teria ainda a vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora”. Ou seja: até a verdade deixa de ser verdade quando falada de modo insensato e fora da hora. A verdade é também o modo e tempo.

Entretanto, saiba: à semelhança de Pedro você também aprenderá a se conter.

O pior mal da Terra é a língua do homem!

Uma língua solta é pior do que uma metralhadora giratória; e seu mal pode reverberar de geração em geração, fazendo males viverem por muito tempo.

O que lhe falta não é conhecimento, mais sim contimento.

Conhecimento sem contimento de nada vale, pois, sem amor e moderação nada que seja verdadeiro será, todavia, sábio.

Auto ajuda - Marieller


Receba Essas Palavras Em Seu ♥

Vc é uma bção.
Um dia vc irá olhar por todas as dificudades
que enfrentou e verá que elas foram essenciais ,
pois a fizeram chegar ao topo.
Não se esqueça vc nasceu para ser grande
de maneira que ninguem irá acreditar.
Deus tem mtas promessas em sua vida
e tem pressa para que seja cumpridas.
Deus é o mais interessado em sua vitória.

Creia e confie.
Ainda que vc não possa ver,

há uma mão forte te segurando...
Há um olhar de alguém superior que te ama ...
Há anjos poderosos te protegendo...
Há seres celestiais recolhendo as tuas lágrimas...
Há um DEUS TODO PODEROSO
aplainando teu caminho.
Um pouco mais a frente vc irá sorrir,
a alegria do sabor da Vitória.
A nossa Vitória tem nome: JESUS

Iremos,
Romper pela Fé!
Com Jesus nos atravessando!
amém!

10-10-09

terça-feira, 29 de setembro de 2009

JEJUM, FOME DE DEUS




O jejum é uma prática milenar, porém em desuso na igreja cristã contemporânea. O jejum está presente tanto no Antigo como no Novo Testamento. Os profetas, os apóstolos, Jesus e muitos homens de Deus ao longo da história experimentaram os benefícios espirituais por intermédio do jejum. Os santos de Deus em todos os tempos e em todos os lugares não somente creram no jejum, como também o praticaram. Hoje, porém, são poucos os crentes que jejuam com regularidade e ainda há muitas dúvidas acerca da sua necessidade e de seu funcionamento.

O que é jejum? É a abstenção de alimento por um período definido para um propósito definido. O jejum não é apenas abstinência de alimento. Não é um regime para emagrecer. Ele deve ter propósitos espirituais claros. Jejum é fome de Deus, é saudade do céu. A Bíblia diz que comemos e bebemos para a glória de Deus e também jejuamos para a glória de Deus (1Co 10.31). Se comemos para a glória de Deus e jejuamos para a glória de Deus, qual é a diferença entre comer e jejuar? Quando jejuamos nos alimentamos do pão da terra, símbolo do Pão do céu; mas quando jejuamos não nos alimentamos do símbolo, mas da essência, ou seja, nos alimentamos do próprio Pão do céu. Jejuar é amar a realidade acima do emblema. O alimento é bom, mas Deus é melhor (Mt 4.4; Jo 4.32). A comunhão com Deus deve ser a nossa mais urgente e apetitosa refeição. Nós glorificamos a Deus quando o preferimos acima dos seus dons.

O maior obstáculo para o jejum não são as coisas más, mas as coisas boas. Nem sempre nos afastamos de Deus por coisas pecaminosas em si mesmas. Os mais mortíferos apetites não são pelos venenos do mal, mas pelos simples prazeres da terra, os deleites da vida (Lc 8.14; Mc 4.19). "Os prazeres desta vida" e "os desejos por outras coisas" não são um mal em si mesmos. Não são vícios. São dons de Deus. No entanto, todas elas podem tornar-se substitutos mortíferos do próprio Deus em nossa vida. Jesus disse que antes de sua volta as pessoas estarão vivendo desatentas como a geração que pereceu no dilúvio. E o que elas estavam fazendo? Comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento (Mt 24.37-39). Que mal há em comer e beber, casar e dar-se em casamento? Nenhum! Mas, quando nos deleitamos nas coisas boas e substituímos Deus pelas dádivas de Deus estamos em grande perigo. O jejum não é fome de coisas boas; o jejum é fome de Deus. O jejum não é fome de coisas que Deus dá; o jejum é fome do Deus doador. Nossa geração corre atrás das bênçãos de Deus em vez de buscar o Deus das bênçãos. Deus é melhor do que suas dádivas. O abençoador é melhor do que a bênção.

O propósito do jejum não é obter o favor de Deus ou mudar a sua vontade (Is 58.1-12). Tampouco impressionar os outros com uma espiritualidade farisaica (Mc 6.16-18). Nem é para proclamar a nossa própria espiritualidade diante dos homens. Jejum significa amor a Deus. Jejuar para ser admirado pelos homens é ter uma motivação errada. Jejum é fome do próprio Deus e não por aplausos humanos (Lc 18.12). É para nos humilharmos diante de Deus (Dn 10.1-12), para suplicarmos a sua ajuda (2Cr 20.3; Ed 4.16) e para voltarmo-nos para Deus com todo o nosso coração (Jl 2.12,13). É para reconhecermos a nossa total dependência divina (Ed 8.21-23). O jejum é um instrumento para fortalecer-nos com poder divino, em face dos ataques do inferno (Mc 9.28,29).

É tempo da igreja jejuar! É tempo da igreja voltar-se para Deus de todo o seu coração, com jejuns e com pranto. É tempo de buscar um reavivamento verdadeiro que traga fome de Deus em nossas entranhas, que traga anseio por um profundo despertamento da realidade de Deus em nossa igreja, em nossa cidade, em nossa nação!


Rev. Hernandes Dias Lopes

Meditação


Muitos são os instantes de dor que invadem os nossos corações.
Muitas são as noites e dias difíceis.
Pensamos que não vamos suportar.
Quantas vezes ouvimos palavras que machucam, que magoam e decepcionam.
Quantas vezes somos humilhados por situações que sequer compreendemos.
Dói demais...
Mas, quando tudo parecer sem sentido.
Quando você não tiver mais a quem recorrer.
Ore! Abra seu coração.
Coloque tudo na presença de Deus.
Ele te conhece como ninguém.
E vai prover a melhor solução.
Vai enxugar suas lágrimas e encher teu coração de alegria.
Moverá os céus e a terra pra te dar o melhor.
Ele é teu Pai e te ama muito. Creia!
“A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza.
De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre
mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas,
nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias,
por amor de Cristo. Porque quando sou fraco é que sou forte.”
(2 Coríntios 12: 9-10). em>

A Idade de Ser Feliz




Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.

É REALMENTE UM MILAGRE! NOSSA VIDA! FOTO DE D. EMÍLIA AREDES ELLER COM SEUS ONZE FILHOS! TDS EVANGÉLICOS!


Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro
é repetir o que fizemos ontem e hoje.
Mas, se prestarmos atenção,
vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro.
Cada manhã traz uma benção escondida;
uma benção que só serve para esse dia e que não se pode
guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do cotidiano;
é preciso viver cada minuto porque ali encontramos
a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos,
a pista correta para a decisão que tomaremos.
Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual
ao anterior porque todos os dias são diferentes,
porque estamos em constante processo de mudança.

domingo, 27 de setembro de 2009


Manias
Dos vários significados que meu amigo Aurélio apresenta, o melhor,
diz que mania é uma idéia fixa, obsessão. Mau costume, também é bem significativo. Ou extravagância, esquisitice.

Dizem por aí que vamos ficando velhos e as manias aumentam e se consolidam. É verdade, eu observo nos mais velhos do que eu. Poucos conseguem controlar aquele impulso profundo de dar sua opinião. Essa é uma mania das mais chatas.
Repetí-la muitas vezes então, é maçante.

Já descobri também que é quase inevitável ter manias na velhice, muitas vêm da juventude mesmo, condenamos e depois de um tempo fazemos igual, sem cerimônia alguma.

Uma amiga me enviou uma oração sob o título “Oração para ser uma velhinha legal”. Vou fazer todos os dias e envio cópia a quem precisar.
Separei algumas frases, as mais interessantes.
Livrai-me Senhor: da tolice de achar que devo dizer algo em toda e qualquer ocasião. Deste desejo enorme que tenho de querer pôr em ordem a vida dos outros. Da tolice de querer contar tudo com detalhes e minúcias e dá-me asas para voar diretamente ao ponto que interessa. Já descobri que pessoas que acertam sempre são maçantes e desagradáveis. Livrai-me de ser santa. É difícil conviver com Santos!
Mas uma velha rabugenta, Senhor, é obra prima do diabo!

Acho que a oração pode ser feita por pessoas jovens também, pois essas manias não são exclusivas das velhinhas.

Fique agora com uma dúvida, será que escrever crônicas semanais e mandar para todos os amigos é mania? Se for, azar o de vocês, amigo é para isso mesmo.